Bocha Vale Tudo Masculino 2020
De 10 de fevereiro a 15 de junho de 2020

Regulamento

REGULAMENTO

XXVII CAMPEONATO MUNICIPAL DE BOCHA VALE TUDO MASCULINO – 2020

01 – A taxa de inscrição será de R$200,00 (duzentos reais), que será transformada em premiação para as 04 (quatro) primeiras equipes colocadas, na seguinte ordem percentual: 40% para o 1º colocado; 25% para o 2º colocado; 15% para o 3º colocado e 10% para o 4º colocado. Os 10% restantes serão utilizados para a realização de uma confraternização entre todos os dirigentes de equipes no dia da grande DECISÃO do Campeonato.

02 – A abertura oficial do Campeonato será realizada sempre na Cancha da Equipe Campeã da Edição anterior.

03 – Cada equipe poderá inscrever até 12 atletas, sendo que a ficha de inscrição deverá ser entregue até o dia do sorteio.

3.1 – O atleta que assinou a Ficha de Inscrição por duas equipes, estará impedido de participar desta edição do Campeonato.

3.2 - Até o término da primeira fase do Campeonato Municipal, cada equipe poderá incluir ou substituir até 02 (dois) atletas, que não estejam inscritos em nenhuma das equipes participantes, com o pedido por escrito junto a Fundação Municipal de Esportes.

04 – As equipes mandatárias, deverão oferecer as bolas para o jogo em perfeitas condições de uso.

05 – Os jogos serão disputados em 02 partidas até 24 pontos, sendo que cada bola valerá 02 pontos.

06 – Os jogos serão realizados nas segundas-feiras com início às 19:30 horas com 15 minutos de tolerância. Depois de decorrido este tempo, a equipe será considerada perdedora por W X O. Quando duas equipes jogarem na mesma cancha, nas fazes de grupo, em ida e volta, o Departamento Técnico da FME confeccionará a Tabela de acordo com que as equipes joguem uma em casa e a outra fora na mesma rodada.

6.1– Nas fases eliminatórias, se coincidir de duas equipes que mandam os jogos na mesma cancha jogarem em casa, a equipe que tem prioridade (equipe da cancha ou sociedade, caso tenha equipe A e B, a equipe A será considerada com prioridade, caso duas equipes joguem na mesma cancha ou sociedade e nenhuma jogue com o nome da mesma deverá ser informado no congresso técnico qual equipe terá prioridade) jogará na cancha e a outra terá que apresentar outro local para jogar na data marcada para o jogo, ou as equipes envolvidas entrem em acordo pra jogar em outro dia daquela semana, ou invertem o mando de jogo.

07 – Não haverá reconhecimento de cancha para a equipe visitante, sendo que a cancha deverá estar pronta para o jogo as 19:30 horas.

08 – Quando o número de jogos de uma equipe for diferente de outra, a melhor campanha será definida através da média de pontos por jogo. Quando o número de pontos e a colocação forem iguais, será decidido através de sorteio.

09 – A equipe que não comparecer a uma partida, será eliminada do Campeonato, (exceto em caso de calamidade pública), e os atletas que não compareceram estarão impossibilitados de participarem do próximo Campeonato. As partidas realizadas por esta equipe não serão contadas para efeito de pontuação e/ou classificação.

10 – As equipes serão formadas por 06 (seis) atletas, jogando um trio em cada lado da cancha.

11 – As equipes poderão efetuar até 06 (seis) substituições por jogo, sendo que as mesmas somente poderão ser efetuadas ao término da respectiva jogada. O jogador substituído não poderá retornar no mesmo jogo, exceto em caso de partida extra (negra), onde o jogador substituído poderá retornar ao jogo.

12 – O atleta terá no máximo 01 (um) minuto para efetuar sua jogada ou acordado entre as equipes.

13 – As canchas serão marcadas de maneira perfeitamente visível a fim de determinar as seguintes áreas:

Primeira Área: distante 60 (sessenta) centímetros da cabeceira. Dentro desta área todo jogo é valido e livre. O bolim não poderá atingir esta área ao ser jogado para dar início a uma nova jogada. Caso o mesmo atingir a referida área, a equipe perderá o bolim em benefício ao adversário.

Segunda Área: distante 04 (quatro) metros da cabeceira da cancha. Dentro da área deve conservar-se com os pés o jogador que vai fazer qualquer jogada. Nas canchas com 24 (vinte e quatro) metros esta área será marcada nos 05 (cinco) metros.

Terceira Área: esta área demarcará o meio da cancha. Dentro desta área, até a risca da primeira área na parte oposta da cancha deverá ficar o bolim para iniciar a jogada.

14 – O início das duas partidas caberá à equipe visitante, bem como a escolha das bolas.

15 – O atleta ao jogar o bolim e não jogá-lo na zona estabelecida perderá o mesmo em benefício do adversário.

16 – Todas as infrações previstas neste Regulamento, serão punidas com a perda de uma bola, exceto nos casos específicos do ato de jogar o bolim e a bola por engano.

17 – Os jogadores enquanto tiverem bolas para jogar, deverão conservar-se dentro da segunda área, a fim de não prejudicarem os demais jogadores.

18 – Somente o capitão poderá transitar livremente pela cancha, aconselhar os seus companheiros e/ou comandados, dirigir-se ao juiz solicitando informações que julgar necessárias.

19 – O mesmo capitão poderá mandar as duas partidas.

20 – O capitão deverá ser OBRIGATORIAMENTE um atleta inscrito na equipe.

21 – O técnico poderá dar instruções aos jogadores no intervalo das jogadas, de fora da cancha, sem interromper o jogo ou prejudicar o andamento da partida.

22 – Sendo colocadas 02 (duas) bolas coladas no bolim, ou quando 02 (duas) bolas adversárias estiverem na mesma distância, cabe à equipe que jogou a última bola continuar jogando até fazer o ponto ou não ter mais bolas para jogar.

23 – Depois de jogar todas as bolas, havendo 02 (duas) bolas adversárias coladas no bolim ou à mesma distância do mesmo, o juiz dará o empate e ninguém marcará pontos, cabendo o bolim à equipe que iniciou a jogada anterior.

24 – No caso de uma bola jogada recuar até a segunda área do lado que está jogando, a mesma será anulada.

25 – O atleta somente poderá deixar a área depois que a bola jogada estiver totalmente parada.

26 – Quando o bolim e/ou a bola regularmente atingidos saltar da cancha ou bater na proteção, o juiz anulará a jogada ou a bola, começando novamente o jogo na cabeceira oposta, jogando o bolim, a equipe que não ocasionou a infração.

27 – No caso de uma tirada ou puxada normal (regular) em que o bolim recue até ou além da segunda área – quatro metros no lado onde está jogando, o juiz anulará toda a jogada, começando novamente na cabeceira oposta da cancha, ficando o mesmo com a equipe que não fez o recuo.

28 – Ao jogar, o atleta deverá se encontrar totalmente dentro da respectiva área de jogo.

29 – As partidas serão dirigidas pelos dois capitães. A súmula deverá ser OBRIGATORIAMENTE assinada pelos atletas e capitães.

30 – Recomenda-se que as bolas utilizadas nos jogos, estejam em boas condições de uso. As bolas utilizadas deverão ser as da equipe mandante, exceto em caso de acordo entre as duas equipes.

31 – Será proibido aos atletas adversários o uso de gestos ou palavras com o objetivo de atrapalhar a ação dos atletas.

32 – Compete aos responsáveis de cada equipe zelar para que a torcida tenha um comportamento adequado, principalmente no momento dos lançamentos.

33 – A equipe mandatária do jogo deverá remeter o mais breve possível a foto da súmula da partida via Whatsapp para o coordenador do Campeonato.

34 – Poderão participar dos jogos os atletas domiciliados no município de Brusque, e os residentes no município de Itajaí, moradores dos Bairros Limoeiro e Sorocaba, frequentadores da Cancha do Miro, da Cancha do Nene e da Cancha da Chácara do Didi pela Rodovia Antônio Heil até o Motel MegaMor e até o Mineral Água Park, pela estrada velha, que poderão compor equipe de bocha de qualquer agremiação participante.

35 – Caso algum atleta mude de residência para outro município, o mesmo ficará impossibilitado de continuar participando pela respectiva equipe.

36 – A equipe que sentir-se prejudicada em função da inclusão por outra equipe de atleta não domiciliado em Brusque, Limoeiro e Sorocaba, ou qualquer outro protesto, deverá ser feito por escrito ao Departamento Técnico da Fundação Municipal de Esportes, até 48 (quarenta e oito) horas úteis após a realização da partida, com o pagamento da taxa de R$100,00 (cem reais), sendo que a equipe será ressarcida do valor caso venha ganhar o protesto. O protesto passará por uma devida apreciação e dado o encaminhamento ao Conselho de Julgamento se assim achar necessário.

37 – Cada equipe deverá manter a ordem na sua torcida para que esta respeite a equipe adversária.

Critérios de Desempate:

Duas Equipes:

Confronto direto.

Persistindo ou quando envolver mais de duas equipes:

a) Saldo de bolas nas partidas realizadas entre si, na etapa ou fase em que ocorreu o empate;

b) Maior número de bolas feitas nas partidas realizadas entre si, na etapa ou fase em que ocorreu o empate;

Saldo de bolas de todas as partidas realizadas, na etapa ou fase em que ocorreu o empate.

Sorteio.

Os casos omissos serão resolvidos pelo Departamento Técnico da Fundação Municipal de Esportes.

 

Brusque(SC), 03 de fevereiro de 2020.

 

Olavo Larangeira Telles

Superintendente da Fundação Municipal de Esportes

 

Eduardo Henrique Gohr

Assessor Técnico de Esportes e Lazer

 


FME Brusque
Endereço: Rod. Dep. Gentil Battisti Archer, 447 - Centro 2 - Brusque - SC
Telefone: (47) 3351-3384
E-mail: